sexta-feira, 26 de julho de 2013

Irmãos gênios

Poucos brasileiros são tão influentes na indústria automobilística mundial hoje como os gêmeos Pavone – dois ativos e criativos designers da Volkswagen 
 

Eles são gêmeos, têm a mesma profissão e estão entre os melhores de sua especialidade. Os irmãos Marco Antônio e José Carlos Pavone, de 34 anos, se transformaram nas estrelas fulgurantes do design global da Volkswagen. Os modelos mais populares da montadora que circulam hoje pelas ruas de todo o mundo, como o Polo, o Up! e o Jetta, nasceram e ganharam forma nas pranchetas de um dos dois. O negócio deles é o exterior dos carros, o desenho das linhas da carroceria – a parte que mais define a identidade da marca. Marco é gerente do principal estúdio da empresa, localizado na sede, em Wolfsburg, na Alemanha. José Carlos acaba de ser promovido a chefe do centro de design da Califórnia, o segundo mais importante da montadora. Também saem dali projetos da Audi, Lamborghini e Porsche, outras marcas do grupo.
 
A história profissional dos Pavone foi traçada precocemente. Aos 12 anos, quando revelaram gosto e talento para o desenho de carros, o pai deles passou a se corresponder com o então gerente de design da Volkswagen no Brasil, hoje diretor para a América do Sul, Luiz Veiga. Veiga tirava dúvidas, avaliava os “projetos” dos jovens e fazia críticas, além de enviar esboços de sua autoria para inspirá-los. Suas dicas foram decisivas para o futuro dos dois, que se formaram em desenho industrial na Universidade Mackenzie, em 1999. “O que se espera do designer é capacidade e rapidez para representar uma ideia, além de referências históricas e culturais e adequação à filosofia da marca”, diz Marco.

O primeiro projeto de José Carlos foi a atualização do desenho, o chamado facelift, do Golf brasileiro. Marco fez sua estreia com o exterior da primeira versão do SpaceFox. Recentemente, na criação do Polo europeu, foram feitas seis propostas de design, e as duas finalistas foram as dos gêmeos. A de Marco terminou vencedora. Ele também foi responsável pelas linhas do Up!, novo popular mundial da marca. José Carlos cuidou das carrocerias do Jetta e do Passat. “Eles começaram juntos e possuem traços parecidos, mas com características diferenciadas”, afirma Veiga. “José Carlos é calmo e racional, e Marco, mais agitado e emocional.”

By edição de ALFA de fevereiro de 2013

Total de visualizações de página